O CAOS QUE SUBMERGE ÁGUAS SILENCIOSAS –

LAÇOS POÉTICOS ENTRE A CIDADE E O ARTISTA DA CENA

25-JUL-2017

Utilizando-se de diários de bordo, entrevistas e memórias das artistas Mariana Muniz e Helena Cardoso, a pesquisa refaz alguns caminhos da construção das obras Trilogia Oiticica (composta pelos espetáculos Parangolés, Penetráveis e Nucleares na rua) da Cia Mariana Muniz de Teatro e Dança; e Entre Vãos, do coletivo teatral A Digna, para identificar quais são as relações éticas e estéticas travadas com a cidade de São Paulo, surgidas em ambos os processos. Por analisar trabalhos que se relacionam diretamente com a capital paulistana, o

foco da pesquisa é apontar as proposições de reflexão e reestruturação surgidas em seu envolvimento artístico com a cidade, em três âmbitos: na relação das criadoras com sua própria produção; nos diálogos entre artistas e espectadores; e nas relações cidade-cidadão estabelecidas tanto pelas artistas quanto pelo público.

 

PALAVRAS-CHAVE: artes da cena; corpo-cidade; artista-espectador; Trilogia Oiticica; Entre Vãos

ILHAS DE MEMÓRIA: UMA DISPUTA POR

TERRITÓRIOS DE  CONVÍVIO.

29-SET-2017

Resumo

 

A presente pesquisa está em movimento e desenvolve-se em paralelo à criação dramatúrgica da Trilogia do Despejo - conjunto de textos teatrais que estão sendo criados com o coletivo A Digna1. Apresento a sequência de experiências percorridas até a criação do termo “ilhas de memória”, os novos suportes em que os textos dramatúrgicos são confeccionados e os desdobramentos que estes trazem para as relações com os atores e espectadores, potencializando a partilha de momentos de convívio não somente no discurso dos textos da trilogia, mas também na estética dos espetáculos e na forma como a dramaturgia se apresenta para todos os criadores do processo.

 

PALAVRAS-CHAVE: Teatro; Dramaturgia; Convívio; Cidade.

Submitting Form...

The server encountered an error.

Form received.